AGENDA DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO

Setembro/2016

OBSERVATÓRIO DO FREVO

Neste mês trataremos das Representações visuais do frevo, com objetivo de dialogarmos sobre o conjunto de elementos que expressam a visualidade do frevo: estandartes e flabelos, guarda-chuvas e sombrinhas, roupas e alegorias, desenhos e capas de discos.

Para construir este diálogo contaremos com a participação da Paula Valadares, mestra em Design pela UFPE, autora da dissertação “O frevo nos discos da Rozenblit: um olhar de designer sobre a representação da indústria cultural”; e Wilton de Souza, desenhista, pintor e cronista de arte que registrou em sua obra os traços e movimentos do frevo e das expressões populares de Pernambuco.

O encontro será promovido no próximo sábadodia 17 de setembro, a partir das 15h, no Centro de Documentação e Memória Maestro Guerra-Peixe, Paço do Frevo. A participação é aberta ao público e estará sujeita à lotação do espaço.

Os interessados em participar deverão confirmar presença por meio do endereço eletrônico pesquisa.documentacao@gmail.com ou pelo telefone 3355-9504.

Novembro/2016

III ENCONTRO DE PESQUISADORES DO FREVO - Sentidos do festejar: o popular entre negociações e agenciamentos

O Paço do Frevo irá promover entre os dias 22 a 26 de novembro de 2016 o “III Encontro de Pesquisadores do Frevo”. Com o tema “Sentidos do festejar: o popular entre negociações e agenciamentos”, abordará os diferentes papeis que agentes envolvidos no festejar assumem, investigando as negociações subjacentes, sobretudo, entre o amadorismo e a profissionalização, marcantes desde o advento da implementação e consolidação de políticas culturais de Estado e da entrada massiva de grandes capitais privados na cultura popular brasileira.

Assim, na perspectiva de problematizarmos os sentidos advindos do festejar – quais sejam: assumir papeis, defender pontos de vista, elaborar-se como brincante, envolver-se, articular pessoas, acionar lugares, enfim, estabelecer modos de representação e provocar experiências – propomos a reflexão acerca das negociações e agenciamentos presentes desde o planejamento das festas à sua efetiva realização. Deste modo, debateremos os caminhos delineados entre as ações na rua e no palco, entre as atividades feitas de modo comunal e colaborativo e aquelas realizadas com a mediação de produtores culturais, nas quais vemos participação de diferentes agentes que, de diferentes modos, tem colaborado para a construção, a desconstrução e a reinvenção do festejar.

Clique aqui para acessar as normas para inscrição e apresentação de comunicações nas rodas de diálogo, programadas para o dia 23/11/2016, das 9h às 12h.

Contato: (81) 3355-9504 | pesquisa.documentacao@gmail.com